Florence admite que movimento por eleições diretas já se tornou 'inexequível'


por Bruno Luiz / Guilherme Ferreira
Florence admite que movimento por eleições diretas já se tornou 'inexequível'
Foto: Tiago Dias / Bahia Notícias
O deputado federal Afonso Florence (PT-BA) acredita que apesar do coro da oposição contra o presidente Michel Temer (PMDB), o movimento por eleições diretas já não é mais viável. Em entrevista ao Bahia Notícias, ele admitiu que a alternativa já se tornou "inexequível". A Proposta de Emenda à Constituição (PEC) que permite a possibilidade de eleições diretas ainda precisa ser votada em dois turnos na Câmara e no Senado. "É inexequível no sentido de viabilizar uma eleição com prazo substantivamente anterior ao prazo da eleição já marcada para outubro do ano que vem", explicou. Por outro lado, o parlamentar ainda aposta em uma saída de Temer por meio de um processo de impeachment, que ainda precisa ser aberto pelo presidente da Câmara, Rodrigo Maia. Para Florence, mais traumático que ter três presidentes em menos de quatro anos seria manter Temer no poder. Na recente votação que arquivou a segunda denúncia contra o chefe do Executivo, deputados baianos do PP e do PR, que integram a base do governador Rui Costa, se posicionaram a favor de Temer. No entanto, Florence prefere não criticar diretamente esses parlamentares. "Quem vai julgar os deputados não sou eu", comentou. Ele lembrou que muitos deles seguiram orientação do partido e preferiu destacar que esses mesmos deputados que se posicionaram a favor de Temer votaram contra o impeachment de Dilma Rousseff. "Eles ficaram do lado certo da história, porque defenderam a democracia", disse. Clique aqui e confira a entrevista completa.
REDE SOCIAIS:

TV BARREIRAS 24 HORAS FORRO

PATROCINADOS

POSTAGEMS

Arquivo do blog

Recent Posts

Unordered List

  • Lorem ipsum dolor sit amet, consectetuer adipiscing elit.
  • Aliquam tincidunt mauris eu risus.
  • Vestibulum auctor dapibus neque.