BRASIL: Cúmplice do assassinato dos Richthofen, Daniel Cravinhos deixa penitenciária

Cúmplice do assassinato dos Richthofen, Daniel Cravinhos deixa penitenciária
Daniel Cravinhos e esposa | Foto: Reprodução / Instagram
Apontado como cúmplice de Suzane Richthofen no assassinato do casal Manfred e Marísia von Richthofen, Daniel Cravinhos deixou nesta terça-feira (16) a Penitenciária de Tremembé 2, no Vale do Paraíba. Ele estava preso há 15 anos e foi condenado a 39 anos de prisão em 2006. De acordo com a Veja, Daniel cumpria regime semiaberto desde 2013 e passará o restante da pena no regime aberto. Após deixar a prisão, ele seguiu para São Paulo, onde vive sua esposa, a biomédica Alyne Bento - ela é filha de uma agente penitenciária e foi apresentada ao marido por um irmão, que também estava preso. O irmão de Daniel, Cristian, também apontado como participante do crime, deixou a penitenciária em agosto do ano passado. Suzane von Richthofen era filha do casal morto, namorada de Daniel Cravinhos à época da morte, e foi sentenciada a 39 anos de prisão por planejar o crime. Ela cumpre pena em regime semiaberto. 
Rede Sociais:

TV BARREIRAS 24 HORAS FORRO

PLAVEL PLACAS

Resultado de imagem para fotos da PLAVEL PLACAS em barreiras

PATROCINADOS

POSTAGEMS

Arquivo do blog