Polícia apura distribuição ilegal de gasolina adulterada em local de incêndio ~ Jornal Barreiras 24 Horas

Polícia apura distribuição ilegal de gasolina adulterada em local de incêndio

A Polícia Civil começou a investigar as causas do incêndio que atingiu, no final da tarde desta quinta-feira (1°), um terreno onde funcionava uma garagem de estacionamento de caminhões-tanques na cidade de Candeias, Região Metropolitana de Salvador. Além de levantar informações sobre a causa das chamas, policiais também tentarão confirmar se, no local, funcionava um esquema ilegal de distribuição de gasolina adulterada. 
Segundo a delegada plantonista da 20ª Delegacia (Candeias), Joana Angélica Santos, uma equipe da polícia apura o que provocou o incêndio que deixou duas pessoas feridas. O caso mais grave é o de Tiago Lenon dos Santos Cerqueira, 28 anos, que teve 95% do corpo queimado e está internado no Hospital Geral do Estado (HGE). De acordo com informações preliminares, ele estava em cima de um dos caminhões, próximo ao tanque do veículo, quando as chamas começaram.  A outra vítima, ainda não identificada, deu entrada em um hospital de Candeias.  
Ela não descarta a possibilidade de que na garagem funcionava o manuseio e a distribuição ilegal de combustível. "Vamos apurar se ali acontecia o manuseio indevido e se o incêndio foi acidental", completou Joana Ângelica. 
Até a manhã desta sexta-feira (2), ninguém tinha sido ouvido pela polícia. A identidade do dono do terreno também é desconhecida pela investigação. A garagem fica no bairro Ouro Negro, localidade afastada no Centro da cidade de Candeias, nas proximidades da área de refino da empresa Lamarco.
"Ainda que o proprietário do imóvel não venha aqui (delegacia), vamos procurar saber pelo setor de ocupação do solo a quem pertence aquele local para investigarmos o que aconteceu", concluiu a delegada.
 Tiago Lenon dos Santos Cerqueira, 28 anos, está internado em estado grave no HGE (Foto: Reprodução/CORREIO)
Moradores revelam susto com as chamas
O CORREIO esteve no local do acidente na manhã desta sexta e identificou que, no local, pelo menos cinco caminhões-tanques estavam completamente destruídos pelo fogo. De acordo com moradores, as chamas tiveram início por volta das 17h30, quando fortes explosões foram ouvidas vindas de dentro do terreno.
Um homem que se identificou para a equipe de reportagem como ex-funcionário do local e preferiu não ter a sua identidade revelada, disse que o fogo teve início depois que um caminhão carregado de combustível explodiu. Ele não soube dizer, no entanto, o que causou a explosão do automóvel. "Os carros estavam aí pra serem lavados. O que explodiu, por exemplo, estava com o tanque cheio e iria sair para uma viagem", disse ele, que revelou que o local tambném funcionava como lava-jato.
Um dona de casa, que também preferiu não se identificar, afirma que as chamas chegaram a quatro metros de altura e que o calor provocado pelo fogo atingiu sua casa, a 150 metros do terreno. Ela estava na cozinha do imóvel, na companhia do filho adolescente, quando o incêndio começou. 
"Eram barulhos altos, explosões, um atrás do outro. Depois senti um forte calor. Fiquei tão assustada que me faltou perna para correr. As chamas eram grandes demais",descreve. 
O fogo invadiu um terreno vizinho destruíndo parte da vegetação e atingido um barraco (Foto: Nilson Marinho/CORREIO)
As chamas também ultrapassaram a garagem, que possui pouco mais de 70 m2, e consumiram a vegetação ao redor, atingindo o terreno do cozinheiro Antônio Brito, 57 anos, além de um barraco utilizado por ele para guardar materiais de construção. "Da minha casa, que fica no Centro da cidade, foi possível ver o clarão vindo desta região. Só hoje (sexta) pela manhã fiquei sabendo que o incêndio aconteceu próximo ao meu terreno", disse o cozinheiro.
*Com supervisão da chefe de reportagem Perla Ribeiro
Redes:

TV BARREIRAS

PATROCINADOS

Anuncio!

 http://www.templateparablogspot.com/

Postagens mais visitadas

Arquivo do blog